O terceiro sector

Nestes dias de turbulência, a economia social, comummente designada por terceiro sector, assume crucial importância – no mundo inteiro, como na Europa, onde já representa mais de 10% do PIB. Em Portugal, a sua representação é menor (5,5%) mas vem-se registando um crescimento exponencial.

As crescentes dificuldades de financiamento do Estado Social não deixam de perturbar as instituições de solidariedade social, principais agentes/protagonistas – embora o sector não se circunscreva às IPSS.

Urge mobilizar a sociedade portuguesa, toda, para o papel que vem sendo desempenhado pela economia social. Trata-se de um sector que, para além do mais, precisa de ser correctamente explicado, avaliado, compreendido.

Na edição n.º 94 dos Cadernos de Economia, integralmente dedicada ao tema, fornecemos contributos relevantes para uma reflexão ampla – que deve prosseguir.

CAD94_capa

CAD94_indice

CAD94_editorial

Anúncios