Um rumo novo?

O debate sobre o OE-2016 realizado no âmbito da Conferência Anual da Ordem dos Economistas (Lisboa, Gulbenkian, 02-03-2016), evidenciou as naturais diferenças entre a anterior e a actual maioria no que respeita ao rumo da economia portuguesa.

Na oportunidade, os membros do Governo que participaram no evento reiteraram, com aparente convicção, que o Executivo não possui o famigerado “Plano B” – logo o documento debatido e, entretanto, aprovado no Parlamento, é para executar.

Reconheça-se que são muitos os cépticos – e de diferentes áreas.

Todavia, não é líquido que a “razão” esteja toda do lado dos cépticos. E a execução orçamental (no fim de contas, a questão fulcral destes dias) poderá até acontecer com menos sobressaltos do que os “anunciados”.

Vamos ver se há lugar a “outro rumo” – com sucesso.

CAD114_capa

CAD114_indice

CAD114_editorial

Anúncios